top of page

Terceirização de serviços: a hora da mudança!


gif

Está definido, vamos terceirizar! 👍


Muitas empresas estão mudando seus conceitos e paradigmas antiquados e optando pela contratação de terceiros para os mais diversos cargos. Se, até pouco tempo atrás, entendia-se que apenas o pessoal da limpeza e da vigilância deveria ser terceirizado, hoje há organizações que estenderam essa prática para áreas mais estratégicas, como jurídica, compras, relações humanas, serviço social e até mesmo segurança do trabalho.


E você sabe por quê?


Entre os principais argumentos em favor da terceirização, podemos destacar:

  • Ao contratar pessoas terceirizadas para realizarem as tarefas diárias de back-office, o proprietário de uma empresa tem mais disponibilidade para focar em ações que promovem maior geração de renda;

  • Menos custos trabalhistas;

  • Maior controle do fluxo de caixa, que passa a ser variável e de acordo com a demanda, liberando capital para outros investimentos;

  • Menos custos com recrutamento e treinamento.


Por essas razões, dados do IBGE indicam que, atualmente, 22% dos trabalhadores formais são terceirizados e a expectativa de especialistas em Gestão de Pessoas é de que este número tenha boas perspectivas de crescimento nos próximos anos.




Diferenças de culturas


Entretanto, ao contratar outras empresas ou indivíduos, existe uma busca para que estes compartilhem valores e crenças similares aos da organização. Dessa forma, existem ferramentas de monitoramento a fim de se evitar o envolvimento com Terceiros que compactuem com a prática de atos ilícitos como o pagamento, oferecimento ou recebimento de Vantagens Indevidas de/ou para Agentes Públicos, Pessoas Politicamente Expostas ou agentes privados.


📈 A pesquisa reputacional consiste na busca por eventuais mídias negativas na internet, utilizando o nome da instituição, diretores e demais beneficiários, quando cabível, ou respectivos números de identificação fiscal (CPF / CNPJ) acompanhados de palavras-chave tais como, mas não somente: Corrupção, esquema, propina, lavagem de dinheiro, condenado, lava-jato, crime, etc. Deverá também ser verificada a presença do Terceiro em cadastros desabonadores, conforme elencado abaixo:

1. Cadastro de Empresas Inidôneas e Suspensas (CEIS);

2. Cadastro Nacional de Empresas Punidas (CNEP);

3. Cadastro de Entidades Privadas Sem Fins Lucrativos Impedidas (CEPIM);

4. Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Atos de Improbidade Administrativa do Conselho Nacional de Justiça;

5. Cadastro de Empregadores que tenham submetido trabalhadores a condições análogas às de escravo do Ministério do Trabalho e Emprego;

6. Relação de Inabilitados e Inidôneos do Tribunal de Contas da União;




Estratégias de controle de terceiros


Que essa nova tendência traz muitas vantagens e veio para ficar, não há dúvidas. Ainda assim, é preciso cuidado e controle ao contratar outras empresas ou indivíduos, para que esses novos colaboradores não destoem da cultura da organização e compartilhem os seus valores e as suas crenças.


Nesse sentido, estão sendo desenvolvidas ferramentas de monitoramento a fim de se evitar a contratação de terceiros que compactuem com a prática de atos ilícitos como o pagamento, oferecimento ou recebimento de vantagens indevidas de/ou para agentes públicos, pessoas politicamente expostas ou agentes privados.


A pesquisa reputacional, por exemplo, consiste na busca por eventuais mídias negativas na internet, utilizando o nome da instituição, diretores e demais beneficiários, quando cabível, ou respectivos números de identificação fiscal (CPF / CNPJ) acompanhados de palavras-chave, incluindo: corrupção, esquema, propina, lavagem de dinheiro, condenado, lava-jato, crime, etc.


Também é importante verificar a presença do terceiro em cadastros desabonadores, como esses abaixo:

1️⃣ Cadastro de Empresas Inidôneas e Suspensas (CEIS);

2️⃣ Cadastro Nacional de Empresas Punidas (CNEP);

3️⃣ Cadastro de Entidades Privadas Sem Fins Lucrativos Impedidas (CEPIM);

4️⃣ Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Atos de Improbidade Administrativa do Conselho Nacional de Justiça;

5️⃣ Cadastro de Empregadores que tenham submetido trabalhadores a condições análogas às de escravo do Ministério do Trabalho e Emprego;

6️⃣ Relação de Inabilitados e Inidôneos do Tribunal de Contas da União;


Estratégias de controle de terceiros


Especialmente quando se fala de trabalhadores temporários terceirizados, é necessário o estabelecimento de uma política de controle que possa fluir de forma transparente e sadia, mitigando o máximo de riscos e ao mesmo tempo favorecendo a boa relação entre contratante e contratado.


Seguem abaixo alguns pontos de destaque para que esse controle seja mais efetivo:


◾ Intensificação da contratação de mão de obra local e regional.

◾ Reuniões mensais e semanais de segurança com as contratadas;

◾ Trabalho em rede com Secretária da Saúde e Assistência Social;

◾ Campanhas de segurança, prevenção de doenças e vacinação nos canteiros;

◾ Previsões e controles dos refeitórios (Gestão direta);

◾ Contato direto com o Cliente, sem empresa intermediária;

◾ Campanhas comemorativas como: Fim de Ano Premiado;

◾ Fiscalização e acompanhamento de obrigações acessórias;

◾ Monitoramento da relação de empresas do Projeto e o comércio da região;

◾ Controle e planejamento dos horários de almoço por empresa;

◾ Equipe especializada para a programação de lazer em alojamentos;

◾ Disponibilização de caixas eletrônicos (pelo menos 3 bancos);

◾ Reunião com contratadas - Lições Aprendidas;

◾ Atendimento médico particular ou conveniado (integralmente).





A melhor ferramenta de Due Diligence


🎯 Nós, da Meta.X, nos orgulhamos de oferecer a melhor ferramenta de controle e mitigação de riscos para as organizações.


Somos conhecidos por trabalhar de forma consultiva e não punitiva, sempre visando um tratamento humanizado e a resolução de problemas. A nossa equipe realiza todo o controle dos processos através de análises documentais, contato e suporte direto com os terceiros, e identificação de pendências, promovendo uma curva de aprendizado e melhora substancial nas relações entre as organizações e os colaboradores terceirizados.

Tenha mais informações em www.metax.ind.br/metaxdocs


Márcio Goicocheia - https://www.linkedin.com/in/marciogoicocheia/

Especialista em gestão de terceiros

logo cabeçalho.png
bottom of page